Poesia

O que ela escrevia
Era bosta em decomposição
Era como profecia
Com ares de acusação
Verdadeira aberração
Fruto da acefalia
Me causou grande agonia
E um bocado de abominação
Nos leitores dava catalepsia,
Azia, embolia e fobia
Letargia mental,
Alienação.
Por isso eu nunca comprei uma revista Atrevida

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s