Castelo de areia

Construí para nós um castelo de areia e chamei de lar. Dei a você o mais formidável castelo que se possa encontrar.
Cimentei areia com juras de amor. Mas na primeira tormenta, nada ficou. As palavras eram o vento que tudo levou.
Me iludi com os ecos e me perdi no silêncio.
Esperava formar um reino de areia. Mas só me restaram ruínas e vazio.
Você não levantou um dedo para defender o amor que dizia ter.
Covarde demais.
Ou indiferente demais.
O resultado é o mesmo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s