Notívago

Eu imagino esse notívago que, algum dia, encontrarei numa livraria ou em um café. Eu estarei lendo Oscar Wilde e ele estará em um canto lendo Hemingway.

Ele não penteia o cabelo e tem cara de quem está sempre atrasado. Mas ele chega na hora certa. Ele levantará os olhos do livro e verá o meu livro. Demorarei um momento para reparar no notívago, mas quando o vir, me apaixonarei pelo seu livro e ele pelo meu.

Os olhos irão se cruzar e ele sorrirá. Não existe nada de extraordinário nos olhos dele, mas o sorriso tem um dente separado muito charmoso. Eu irei ao seu encontro e será fácil conversar.

Conversaremos por dias sobre livros, filmes, música e a vida. Sempre haverá assunto e, quando o silêncio chegar, não será desconfortável.

Imagino esse notívago que andará e conversará até às três da manhã. Esse homem insone será sereno, quase calado e saberá falar do que importa. O andarilho noturno irá completar tudo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s