O niilista

Estava no ônibus, um dia desses, e lia Nietzsche. Eu lia tentando deixar a capa do livro o mais escondida possível para evitar problemas. O livro não que lia não é dos mais conservadores.
Mas com o tempo, a posição em que segurava o livro se tornou incomoda e, sem pensar, me ajeitei mais confortavelmente.
O título do livro ficou exposto e, em menos de cinco minutos, a senhora que se sentava ao meu lado começou a reclamar.
– Ai, moça! Esse livro não é de Deus. Você é satanista? Você tem que aceitar Jesus no seu coração.
Etc, etc, etc.
Eu não entendi de primeira o que a senhora queria dizer. Foi quando lembrei que o livro que lia era o “Anticristo”. Eu não tive reação maior do que encarar a mulher que já levantava a voz e dizia em alto e bom tom que eu ia para o inferno.
Enquanto eu ainda tentava compreender o que tinha acabado de acontecer, a senhora se levantou, inconformada por ter se sentado ao lado de uma satanista.
– Não posso seguir viagem ao lado de uma moça que não é de bem!
Assim que ela se levantou, o cara que estava de pé se sentou e respondeu a ela.
– Minha senhora, esse livro foi escrito há quase um século, critica a SUA religião, não fala de nenhum capeta, diabo, ou seja lá o que for que a senhora está pensando. Se a senhora não é provida de inteligência suficiente para compreender uma crítica e não sabe aproveitar a companhia de alguém que aprecia bons livros, azar o seu. Fique de pé a viagem toda!
Se antes eu não compreendia, nesse ponto eu já estava atônita. Aí ele se vira para mim sorrindo e diz:
– Boa tarde, dona niilista!
Eu sorri de volta ao cara mais simpático e maravilhoso que já cruzou meu caminho e respondi:
– Boa tarde, senhor niilista!
E foi assim que eu fiz amizade com um dos homens mais inteligentes que já conheci. Nunca realmente nos apresentamos, não sabemos o nome um do outro, mas as vezes nos cruzamos nessa linha que passa na Praça da Sé e sempre faz meu dia valer a pena.
Esse texto é para você, o homem sem nome que me salvou do preconceito babaca e que já me gerou boas conversas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s